Innocence has all been broken

dustandshadow-rp:

Layla Sewell. 18 anos. Eletrocinese. Kaya Scodelario.

‒ Biografia:

Layla nasceu nos subúrbios de Nova York, tendo que cuidar dela mesma e do irmão mais nova desde que se entendia por gente, pois se for para depender da mãe drogada, eles estariam mortos há muito tempo. Desde pequena, a garota aprendeu a ser forte e não depender dos outros. E também, claro, a mexer com armas.

Nascer em um mundo cheio de armas, drogas e sexo desde cedo nunca foi fácil.

Ficou com a mãe solteira até os quatorze anos de idade, até a vida ficar impossível. Ela estava ficando cada vez mais dependente, gastando todo o dinheiro que a filha ganhava trabalhando num bar próximo e o dinheiro que a mulher ganhava num bordel próximo, e o pequeno Simon estava crescendo cada vez mais, ficando impossível esconder a realidade delas para ele. Até que Layla decidiu se mudar junto com Simon para a casa do tio, que não era tão rico, mas era mais honesto e nobre que a mãe. A mãe não fez nada, nem reclamou quando viu os próprios filhos a abandonarem. Provavelmente estava chapada demais para fazer alguma coisa.

Tudo pareceu normalizar conforme os anos, porém mesmo não querendo admitir, sentia falta da mãe e tinha medo que ela tivesse se afundando mais ainda. Porém continuou a seguir em frente, mesmo com o remorso a corroendo, só se importava com ela mesma e com o irmão agora, não esquecendo nunca o que passou em sua casa antiga. Especialmente, os gritos e xingamentos da mãe.

Eles adoravam o tio, e um dia, no décimo oitavo aniversário de Layla, tudo mudou. E não era do jeito que ela esperava. Ela havia acordado feliz, mas mesmo assim acordou cedo para o trabalho, pois não poderia desperdiçar dinheiro. Porém, quando foi acordar o tio, ele não estava mais lá. Somente Simon e ela.

Foi até a rua ver se tudo estava bem e só viu o caos: crianças e adolescentes perdidos na rua, alguns jovens da mesma idade que ela também, mas todos igualmente perdidos e confusos. Todos desaparecidos, e uma nova vida havia começado.

Depois de duas semanas do sumiço dos adultos, Layla teve sua casa derrubada. Simplesmente caiu, do nada, como várias casas pobres de Nova York. E descobriu poderes: eletricidade, a capacidade de gerar raios. Não contou a ninguém além do irmão mais novo, a não ser para Noah, que ofereceu abrigo para os irmãos.

Só havia visto Noah uma vez antes: no bar em que trabalhava, bebendo como um louco. No modo como ele estava no dia, o mais sensato era não confiar nele, além dele parecer meio estranho. Mas era a única alternativa, e ele sabia sobre seu poder, portanto se mais alguém soubesse, ela provavelmente morreria nas mãos dos Humans Crew. Então, sem mais delongas, aceitou o convite e mora com ele até hoje em seu apartamento, evitando muitas conversas com Noah.

— Depois da escuridão:

A escuridão não a afetou diretamente, mas sim antes disso, ter sido atacada por Thomas causou uma pequena mudança na personalidade da garota. Ficou mais dura em relação as coisas e se antes seria capaz de machucar alguém para defender a si ou ao irmão, agora ela não hesitaria em matar quem quer que machuque eles ou Drake.

‒ Personalidade:

Devido à vida difícil, Layla pode ser considerada emocionalmente distante, porém isso não quer dizer que ela não seja capaz de sentir, amar. Ela ama seu irmão, mais do que qualquer um, e seria capaz de matar e morrer por ele. Mesmo assim, não gosta de se entregar emocionalmente à ninguém, pois não gosta de se sentir vulnerável e amar, com certeza, é a maneira mais fácil e cruel de se sentir inseguro, fraco e perdido. Gosta de ter controle das coisas, por isso não gosta de depender Noah. É fria com a maior parte das pessoas, nunca revelando seu passado e muito menos seu poder. Não mostra isso para ninguém, nem para seu irmão, mas é traumatizada pelo seu passado, especialmente pelos xingamentos da mãe sobre ela. 

‒ Relações:

‒ É irmã mais velha de Simon Sewell, sendo a única pessoa no mundo na qual realmente ama e se importa.

- Mora com Drake Blackwood e não esconde de ninguém o quanto gosta e se importa com o garoto

- Amiga de Grace Thorne.


POSTED 1 year ago on 25 Jul, 2013 with 2 notes ·
via: dustandshadow-rp
TAGGED: #about me #second season

A Fire Inside | Drake & Layla 

drake-gets-fire:

Outros segundos e Drake ficou calado, simplesmente olhando para a água da piscina. O que pareceu ser simplesmente ele calado, com o tempo se comprovou que não, porque a água do lugar começou a esquentar, que nem no dia que a água chegou a esquentar tanto ao redor do garoto que fora morto ali, levando um recado de Thomas. O barulho da água começou a ficar alto, e Drake parecia perdido dentro de sua mente, o seu corpo começando a esquentar lentamente, cada vez mais e mais.

- Acho que isso tudo é obra de alguém daqui de dentro. Acho que alguém aqui é capaz disso tudo e está nos manipulando, agora para o que e como, eu não sei.

Ele caiu novamente no silêncio, o corpo agora ficando tão quente que provavelmente estava ficando difícil pra Layla continuar abraçava com ele. Ele parecia realmente perdido dentro de sua própria cabeça, sumindo em pensamentos que a garota nunca o poderia acompanhar, porque todo o cenário era sua mente.

- Eu quero descobrir quem é essa tal “escuridão”. – Decretou, enfim, em voz alta.

Layla continuava abraçada em Drake, sentindo o corpo dele cada vez mais quente enquanto a piscina começava a borbulhar na frente deles. Ouviu ele falando sobre o que achava, mordendo o lábio inferior, um tanto pensativa também, porque o que ele disse fazia o maior sentido.

Assentiu com a cabeça devagar, sentindo ainda mais calor vindo do corpo de Drake, mas ao invés de soltar ele do abraço, apertou mais os braços em torno da cintura do garoto. - Drake. - Chamou, na tentativa de chamar a atenção dele para ela, apertando as unhas por cima da camiseta dele.

- Se você não esfriar vai acabar me queimando. - Falou suavemente, a cabeça erguida para olhar o garoto. Era muito mais uma tentativa de ajudar o garoto a voltar a controlar a temperatura do corpo dele do que qualquer outra coisa. - Nós vamos descobrir quem é. Eu vou te ajudar no que for preciso. - Mordeu o lábio inferior levemente logo depois de falar, sentindo as gotas de suor se formarem na nuca dela graças ao calor que vinha de Drake.


POSTED 1 year ago on 24 Jul, 2013 with 7 notes ·
via: drake-gets-fire
TAGGED: #Turnos #Drake Blackwood #a fire inside

A Fire Inside | Drake & Layla 

drake-gets-fire:

Sentiu o beijo de Layla, mas ainda continuou olhando para a frente, pensando. única mudança foi levantar uma mão e passar pelas costas da garota, a encostando mais na lateral do seu corpo na qual ela já se encostara. Ouviu as perguntas que ela se fazia, sem replicar nada, porque isso ele nunca imaginou. Ele tinha certeza, absoluta, desde o dia 1, que fosse o que fosse, aquilo não era obra do homem simplesmente. Algum deles poderia ter criado a barreira ou alguma outra pessoa lá dentro, mas ninguém lá fora faria isso, porque as pessoas tem medo do desconhecido, e conhecendo o mundo, estavam todos lá fora apavorados. Mas, uma coisa que o começou a intrigar, foi o fato de que ninguém lá de fora realmente tentou entrar ali. Ou se tentaram, fora uma tentativa tão vã que eles ao menos tomaram conhecimento.

Ainda ficou calado, pensando sobre isso, tentando formular suas teorias, mas, no final, a única coisa que fez foi uma pergunta, querendo ver o que Layla lhe responderia.

- Então você não acha que quem fez isso, quem fez essa barreira, está aqui dentro com a gente, trancado também?

Apertou mais os braços em volta da cintura de Drake, com a cabeça levemente erguida para poder olhar ele mesmo enquanto ele estava em silencio, que logo ele quebrou, fazendo aquela pergunta. Abriu a boca, parecendo bem surpresa com a pergunta, logo voltando a fechar ela, ficando em silencio.

Não sabia exatamente o que responder, porque nunca tinha parado para pensar nisso, não dessa forma. - Você acha mesmo que isso é possível? - Perguntou, transparecendo toda a curiosidade presente nela, porque era algo que provavelmente nunca passaria pela cabeça da garota se Drake não tivesse comentado.

- Mas… Qual seria o propósito disso? - A testa dela estava franzida, e mesmo com toda a curiosidade e surpresa, a garota não descartava nenhum pouco a hipótese que Drake falou. Apenas não esperava algo daquele tipo acontecendo ali.


POSTED 1 year ago on 21 Jul, 2013 with 7 notes ·
via: drake-gets-fire
TAGGED: #Turnos #A Fire Inside #Drake Blackwood

A Fire Inside | Drake & Layla 

drake-gets-fire:

Drake só sentiu Layla quando ela o abraçou, o que mostrou o quanto ele realmente estava perdido dentro de sua cabeça. Não tinha problema com isso, e não achava que precisava mudar em nada. Levantou as mãos, passando a mão pelo braço dela e olhando ainda a piscina.

- Nada. Só pensando. Pensando no que temos de fazer a partir daqui.

Verdade que ele ainda queria matar Thomas, mas isso era pouco, muito pouco para o que ele realmente queria. O garoto agora era simplesmente uma pedra em seu caminho, e ele queria muito mais resolver todas as outras coisas do que ficar pensando nele. Claro que ele não esquecera do que ele fizera com Layla, claro que se ele ainda ficasse de frente com Thomas ele o mataria sem pensar meia vez, mas agora ele queria descobrir a tal escuridão.

Os segundos se passaram e ele continuou assim, quieto, olhando a água que não se movia na piscina.

- Você se pergunta às vezes como essa barreira surgiu? – Perguntou, aparentemente do nada, já como Layla não podia saber o que ia na mente do garoto.

Deu um beijo de leve no ombro do garoto e foi para o lado dele, sem soltar os braços da cintura de Drake, o abraçando de lado. Ouviu tudo que ele falou, inclusive a pergunta e ficou quieta alguns segundos pensando. - Claro. Já me perguntei várias vezes. - Torceu o nariz levemente em uma pequena careta.

- Já pensei que podia ser algo do governo, que poderia ser o fim do mundo, que podia ser uma quarentena. E quando apareceu as pessoas com poderes, isso quase afirmou minha ideia, porque só podia ser algum tipo de, sei lá, infecção? Mas já faz mais de quarenta dias. Podemos estar sendo testados também. - Sabia que aquilo tudo soava muito como uma teoria da conspiração, mas já tinha realmente passado pela cabeça dela.

E sabia também que estava divagando demais no assunto, mas se Drake perguntou era porque queria uma resposta completa, disso ela sabia muito bem. - Também já fiquei pensando no que aconteceu com as pessoas que sumiram. Será que morreram? Que estão em algum lugar do lado de fora? - Deu de ombros de um jeito estranho, porque estava abraçada no garoto, olhando para ele.


POSTED 1 year ago on 21 Jul, 2013 with 7 notes ·
via: drake-gets-fire
TAGGED: #Turnos #Drake Blackwood #A Fire Inside

A Fire Inside | Drake & Layla 

drake-gets-fire:

Drake estava em pé, perto da piscina, olhando para ela e pensando. Não que ele não fizesse isso com frequência, porque muitas vezes ele simplesmente se perdia dentro de sua cabeça, mas naquele dia as coisas pareciam estar mais confusas ainda. Claro que ele estava aliviado de ter terminado tudo melhor do que imaginou: Layla estava bem, Claire estava bem. Delilah e Selena ele não tinha noticias ainda, mas Delilah, até aonde sabia, estava no hospital. Selena provavelmente estava com Ian. E Kyle conseguira Jessica de volta. No final das contas, foi qual foi a motivação de Thomas para as torturarem daquele jeito, não havia dado certo no final, já como elas sobreviveram.

Mas algo dentro de sua cabeça não estava acertado. Havia algo errado. Quanto mais pensava nisso, mais tinha certeza. Ele já sabia que havia a tal “escuridão” ai fora, algo com tanta poder que era capaz de criar aquelas coisas, mas o errado nessa historia é que a coisa sabia sobre eles. Fato. Mas eles não sabiam quem a coisa era. Eles estavam  em desvantagem, e como resolver isso, ele não tinha ideia. Quer dizer, tinha sim, e iria cuidar disso a partir de agora. A hora da calma e bonança havia chegado ao fim. Estava na hora de juntar com Kyle e os outros e irem atrás dessa tal escuridão e descobrir, de uma vez por todas, quem ela era e principalmente o que queria com eles.

Layla se sentia extremamente tranquila, como fazia muito tempo que não se sentia. Ter assumido - ainda que apenas para ela mesma - o que sentia por Drake, tinha tirado um peso enorme de cima dela. E, além disso, todos ali estavam bem. Simon, Claire, Delilah. Apesar de a ultima ainda estar no hospital - e Layla queria realmente ir ver como ela estava.

Entrou na cozinha, colocando a caneca onde estava tomando um chá de maçã antes dentro da pia e quanto ergueu a cabeça viu Drake parado em pé do lado de fora, olhando para a piscina. Franziu a testa levemente e deixou a caneca por ali, poderia muito bem lavar depois, e logo seguiu para a rua.

Foi bem devagar e em silencio, sentindo o piso gelado embaixo dos pés descalços dela e segundos depois estava parando atrás de Drake, passando os braços em torno da cintura dele e o abraçando por trás. - Está tudo bem? - Perguntou baixo, ficando na ponta dos pés para encostar o queixo no ombro dele.


POSTED 1 year ago on 21 Jul, 2013 with 7 notes ·
via: drake-gets-fire
TAGGED: #Turnos #Drake Blackwood #A Fire Inside

POSTED 1 year ago on 20 Jul, 2013 with 413 notes ·
via: katiecassidys
TAGGED: #photos

Enviada por: Anonimo

Enviada por: Anonimo


POSTED 1 year ago on 12 Jul, 2013 with 4 notes ·
via: das-confissoes
TAGGED: #conf #photos

Enviada por: Anonimo

Enviada por: Anonimo


POSTED 1 year ago on 12 Jul, 2013 with 3 notes ·
via: das-confissoes
TAGGED: #conf #photos #NÃO #NÃO E NÃO

POSTED 1 year ago on 12 Jul, 2013 with 203 notes ·
via: t-ackerman , source: runnieundies
TAGGED: #photos #ooc: essa é pro drake hahahaha

POSTED 1 year ago on 10 Jul, 2013 with 24 notes ·
via: kaleidoscopecolors
TAGGED: #photos